Galera Record

#Livros do Mês! - Janeiro (Natália)

sábado, janeiro 31, 2015

E lá se foi, o primeiro mês de 2015! Passou rapidinho, num piscar de olhos! E como sempre, houveram algumas coisas que atrasaram a leitura, mas nada me impediu de ler alguns ótimos livros. Eu li esses cinco, e três deles já me ajudaram a começar o meu 2015 Reading Challenge <3


  Quando tudo volta - John Corey  Whaley ()
Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador. O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas. Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.


  Alice no País das Maravilhas & através do espelho e o que Alice encontrou por lá - Lewis Carroll ()
O livro conta a história das aventuras de Alice ao cair numa toca de coelho, que a leva a um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas e lhe apresentam enigmas.

O Presente do Meu Grande Amor - org. por Stephanie Perkins ()
Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve — presentes, árvores enfeitadas, luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite —, vai se apaixonar por 'O presente do meu grande amor'. Nas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa que você comemore o Natal, o ano-novo, o Chanucá ou o solstício de inverno.


O Livro dos Vilões - Cecily von Ziegesar, Carina Rissi, Diana Peterfreund e Fábio Yabu ()
Organizado da mesma forma que O livro das princesas – também com o esquema de dois populares autores nacionais, e dois nomes famosos do exterior – O livro dos vilões reúne estes autores para uma coletânea de contos sobre vilões icônicos dos contos de fadas. As irmãs de Cinderela? Malévola? Madrastas e lobos? Carina Rissi, Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund e Fábio Yabu estão aqui com a mensagem: este não é um livro tão bonzinho quanto o seu antecessor.


Garoto Encontra Garoto - David Levithan ()
Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola e, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah.

Esses foram meus livros lidos em janeiro, sem contar os que eu abandonei... Vocês leram muito? Espero que sim! Se quiserem resenha de algum, só pedir aqui nos comentários.
(Sinopses retiradas do site da Saraiva).
-----------------------------------
Tem um concurso rolando aqui no blog, participem! 
É só clicar AQUI e seguir as instruções!
Só lembrando que no concurso vale comentar em posts antigos/publicados antes do concurso começar.
Boa sorte!
Beijos!
LEIA MAIS... »

2015

[Resenha] A Lista de Brett

terça-feira, janeiro 27, 2015

Título: A Lista de Brett
Título Original: The life list
Autora: Lori Nelson Spielman
Editora: Verus
Ano: 2014
Páginas: 364
Nota: 



"Continue se obrigando a fazer coisas que lhe dão medo, querida. Assuma os riscos e veja onde aterrissa, pois são eles que fazem a jornada valer a pena."


Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.



Como explicar tudo o que senti ao ler esse livro?
A Lista de Brett foi amor à primeira vista. Não só pela capa, mas também pelo título. Afinal, que lista seria essa? Aí, quando li a sinopse, fiquei louca pra começar a ler a obra pra saber como Brett lidaria com tudo o que lhe foi imposto, e também o que aconteceria no final dessa jornada.
Incrivelmente incrível, a escrita em primeira pessoa faz com que sintamos todas as dores e alegrias da personagem principal, e a maneira como a autora desenvolve a história é apaixonante. A cada meta concluída, Brett recebia uma carta (super hiper mega) emocionante de sua mãe falecida, com lições e frases de amor e carinho que me fizeram chorar 10 000 litros de água por palavra.
Ok, acho que já deu pra perceber que esse livro é tocante ao extremo. Mas você também ri muito, muito mesmo. Eu, pelo menos, me diverti demais! E também senti raiva... E ódio... E dó... Tudo junto. Essa obra é literalmente um misto de emoções.
Além disso, todos os personagens que (res)surgem na vida de Brett deixam uma marca na vida dela com suas histórias e características únicas. Tirando dois que eu tive vontade de entrar no livro pra atear fogo, todos os outros são especiais, hehe. E é impossível não se apaixonar por cada um deles, principalmente pelo... OOOPS!
Enfim, se você teve/tem vontade de ler esse livro, leia! Mas caso você não queria ler... Leia mesmo assim, viu? As lições que essa obra passa ao leitor são lindas e não serei capaz de falar delas numa resenha. Só lendo pra saber - e sentir. Aliás... Já falei que essa obra é um misto de emoções?

Em suma: A Lista de Brett é um daqueles livros que faz a gente refletir sobre a vida. Uma história maravilhosa sobre amor, sonhos e perdas. O meu favorito do ano! (E olha que 2015 está só começando!)
"O amor é a única coisa sobre a qual você nunca deve chegar a um meio-termo." 
Muitas beijocas!
Até o próximo post ;)

----------------------------------------------------------------
Só lembrando que o concurso que está rolando aqui no blog termina dia 15/02! Corre que dá tempo! 
É só clicar AQUI e seguir as instruções!
Boa sorte!
LEIA MAIS... »

2015

2015 Reading Challenge

quarta-feira, janeiro 21, 2015

Olá pessoal, algum tempinho atrás eu estava no facebook e vi dois desafios literários. Quando fui ler, vi que basicamente eram os mesmos, só que um mais reduzido que o outro. Resolvi topar o desafio, mas fiz uma mistura dos dois e criei o meu próprio.
Então, vim aqui chamar vocês para tentarem fazer esse desafio também. Consiste em ler 25 livros que tenhas as seguintes características citadas (o desafio abaixo foi a mistura dos dois que eu fiz, e qual eu vou me esforçar ao máximo pra fazer):
  • um livro que tem mais de 500 páginas;
  • um livro que é um clássico;
  • um livro que virou filme;
  • um livro que foi publicado este ano;
  • um livro que tem um número no título;
  • um livro que foi escrito por alguém com menos de 30 anos;
  • um livro que tenha personagens não-humanos;
  • um livro que foi escrito por uma mulher;
  • um livro que seja de mistério ou suspense;
  • um livro que o título tenha só uma palavra;
  • um livro que seja de contos;
  • um livro que seja de não-ficção;
  • um livro que seja o primeiro de um autor popular;
  • um livro que um amigo recomendou;
  • um livro que foi publicado há mais de 100 anos;
  • um livro que foi escolhido pela capa;
  • um livro que relate memórias;
  • um livro que foi escrito por um autor com as mesmas iniciais do seu nome;
  • um livro (ou no caso, três) de uma trilogia;
  • um livro que foi lançado no ano do seu nascimento;
  • um livro que esteja na lista de mais vendidos no mês do seu aniversário;
  • um livro que você pode ler inteiro em um dia;
  • um livro que você tenha mas nunca leu;
  • um livro que foi começado e nunca terminado;
  • um livro que fez você chorar.
Como eu fiz, acho justo se você quiserem trocar, retirar ou acrescentar algum outro item no desafio. Então, aqui em baixo tem mais algumas opções (ou se você quiser, crie alguma coisa):
  • um livro que se passe em outro país;
  • um livro que seja de um autor que você ama, mas nunca leu ainda;
  • um livro que está na sua wishlist a muuuuito tempo;
  • um livro que te assusta;
  • um livro que sua mãe ama;
  • um livro que é baseado inteiramente em sua capa;
  • um livro que era pra você ter lido no colégio, mas não leu;
  • um livro que tenha antônimos no título;
  • um livro que se passe num lugar que você sempre quis visitar;
  • um livro que tenha críticas negativas;
  • um livro da sua infância;
  • um livro que tenha um triângulo amoroso;
  • um livro que se passe no ensino médio;
  • um livro que tenha magia/mágica;
  • um romance gráfico/historia em quadrinhos;
  • um livro que seja de um autor que você nunca leu antes;
  • um livro que se passe na sua cidade;
  • um livro que foi originalmente em outra língua;
  • um livro que se passe durante o Natal;
  • um livro que foi banido;
  • um livro que se passe ou seja baseado em um "TV show".
Acho bem divertido desafios assim, e acho também que não importa a ordem nem exatamente quais itens você colocou, mas sim, se você realmente cumpriu (sem trapacear) hehe.
E aí, alguém mais topa o desafio?? Espero que leiam muito esse ano e que cumpram tudo!

-----------------------------------
Tem um concurso rolando aqui no blog, participem! 
É só clicar AQUI e seguir as instruções!
Só lembrando que no concurso vale comentar em posts antigos/publicados antes do concurso começar.
Boa sorte e bom desafio!
Beijos!
LEIA MAIS... »

Ediouro

Tag: Meus livros, ninguém sai

segunda-feira, janeiro 19, 2015

Olá galerinha! Eu estava morrendo de vontade de responder uma tag, então vasculhei vários blogs em busca de uma que eu ainda não tivesse respondido e que parecesse bem legal. Resultado: achei a Meus livros, ninguém sai no blog Colecionando Primaveras. Como vocês já devem ter notado, é uma tag baseada no vídeo viral "Meu óculos, ninguém sai" (risos). 
Então vamos às perguntas...

1. "Ei coisinha, vá devagar": Sabe aquele livro que você devorou rapidamente? Qual foi ele?

Harry Potter e a Ordem da Fênix, de J. K. Rowling.
Eu li A Ordem da Fênix em três dias. Sim, houve outros que li em um, dois dias, mas pela quantidade de páginas que esse volume tem (+700), e contando o fato de que eu não estava de férias quando iniciei a leitura, acho que li esse livro bem rapidinho, hehehe.

2. "Eu vou me segurar aqui": Qual livro te prendeu?

Todo Dia, de David Levithan. (resenha aqui)
Terminei de ler esse faz umas duas semanas, e eu me surpreendi com a história e a maneira como Levithan a escreveu. Achei genial, me apaixonei pelo A e por isso me prendi tão facilmente à leitura.

3. "Se eu cair eu quebro a minha clavícula":  Qual obra te desestabilizou emocionalmente?

Desde o Primeiro Instante, de Mhairi McFarlane.
Dentre tantas obras que me fizeram chorar, escolhi essa porque foi uma leitura mais recente. Esse livro é um misto de emoções, é super divertido, e ao mesmo tempo super triste (pelo menos do meu ponto de vista). Bom... Não posso dizer os motivos de meu coração ter se despedaçado com esse livro, então o leiam, de verdade. É apaixonante.

4. "MEU ÓCULOS, ninguém sai!":  Qual livro você não empresta ou tem muito ciúmes?

A livraria 24 horas do Mr. Penumbra, de Robin Sloan. (resenha aqui)
Meio difícil escolher apenas um livro pra esse item, porque eu não empresto nenhum dos meus filhos pra ninguém. Masss acabei escolhendo esse por ter sido o meu livro mais desejado do ano, e que depois de eu ter comprado e lido se tornou um dos meus preferidos

5. "Juliana, você viu meu óculos?": Qual livro você emprestou pegou emprestado e (a instituição) nunca mais viu na vida?

A Imperatriz dos Etéreos, de Laura Gallego García. (resenha aqui)
Como vocês podem ver, tive que fazer uma pequena adaptação na pergunta pra dar uma resposta coerente. Eu disse anteriormente que não empresto meus livros pra ninguém, mas isso não quer dizer que não pego emprestado, haha. Na verdade, eu peguei esse livro na escola pra fazer uma ficha literária que a professora pediu. Eu não li (não quando eu tinha que ler), fiz a ficha mudando as palavras da sinopse e esqueci de devolver o exemplar... Então ele se tornou meu, hehe.

6. "Juliana está DES-MAI-ADA!": Qual livro te deixou com ressaca literária, sem poder ler outros livros?

Marley & Eu, de John Grogan. (resenha aqui)
Novamente, foi uma escolha difícil. Vários livros me deixaram com ressaca literária, mas acho que Marley & Eu ganhou de todos... E olha que eu o li depois de ter assistido o filme, hein! Já sabia como seria o final, mas mesmo assim chorei um monte.

7. "Shamuchamochamu chama o SAMU!": Que livro te deixou louco pela continuação?

Divergente, de Veronica Roth. (resenha aqui)
É, em minha opinião, o melhor livro da trilogia. Li em uma semana, se eu não me engano, mas se eu estivesse de férias na época com certeza o leria em um ou dois dias. Fiquei louca com o final da obra, e dois segundos depois de terminá-la já comecei a ler Insurgente.

8. "Eu errei, viu?": Escreva aqui um pouco sobre aquele livro que você achou se seria uma coisa e é outra!

Eu sou o mensageiro, de Markus Zusak. (resenha aqui)
Imaginei que esse livro fosse uma coisa de auto ajuda, não sei hahaha. Mas, além de proporcionar momentos de reflexão, é um livro super engraçado, e com certeza superou minhas expectativas. O protagonista, Ed, é um amor de pessoa (ou não) e todos os personagens que aparecem no decorrer da história marcam sua vida de alguma forma. É um livro sensacional, e também se tornou um dos meus preferidos


E aí, o que acharam da tag? Fiquem à vontade para fazê-la!
Por hoje é só!

------------------------------------------------------------

Tem um concurso rolando aqui no blog, participem! 
É só clicar AQUI e seguir as instruções!
Beijinhos 
LEIA MAIS... »

2015

[Resenha] Faça Seu Pedido

sábado, janeiro 17, 2015

Título: Faça seu pedido
Título Original:  You wish
Autora: Mandy Hubbard
Editora: Gutenberg 
Ano: 2013
Páginas: 292
Nota:

 

"Porque, pelo jeito, ganhar tudo o que você desejou na vida acaba ficando bem caro".


Um livro super divertido, bem pensado e engraçado, Faça seu pedido foi um dos melhores livros lidos em 2014. Eu ri demais! Uma parte de mim riu porque eu dou risada de tudo (tudo mesmo); a outra parte riu porque esse é um livro incrível. Além de nos fazer rir, é um livro com uma história bem criativa e que, de certa forma, nos faz pensar um pouquinho no que desejamos para nós e para os outros na vida real.
Narrada em primeira pessoa, e é mais ou menos assim: Kayla está completando 16 anos, e pra comemorar - uma festa, claro! Porém, esse é declaradamente o pior aniversário de dezesseis anos da história (nem sua melhor amiga apareceu à festa). Na hora de assoprar as velinhas, ela deseja que todos os seus desejos de aniversário se tornem realidade, porque eles nunca se realizaram. E assim, dia após dia, todos os desejos de todos os aniversários de sua vida vão se tormando vida. Mas ela tem que parar com isso o quanto antes, pois quando tinha 15 anos, Kayla desejou beijar o Ben, que agora é o namorado da sua melhor amiga...
Graças a esse desejo, ela se mete em muitas situações que são complicadas e hilárias ao mesmo tempo. E acaba se vendo em meio à dilemas da adolescência e desejos de infância. 
Achei esse enredo bem tecido, me ganhou fácil. Enquanto lia, eu ficava o tempo todo me imaginado no lugar de Kayla. Eu não me recordo dos meus pedidos de aniversários, mas tenho quase certeza absoluta de que TODOS (quase todos, na verdade) os meus pedidos foram coisas inúteis e que NENHUM deles se realizou. O que será que eu faria no lugar dela? O que vocês fariam? Eu não sei, acho que seria um pouco engraçado, assim como Faça seu pedido é.
Mandy Hubbard escreveu um ótimo livro, que é gostoso, rápido e fácil de ler. Dá aquela coisa de "quero mais" quando chega no fim. Espero que quando vocês forem ler, sintam o mesmo que eu senti, e que gostem o mesmo tanto que gostei!

------------------------------------------------------------

Só lembrando, está rolando um concurso aqui no blog, participe! 
É só clicar AQUI e seguir as instruções, beijos!
LEIA MAIS... »

2015

[Concurso] Feliz Aniversário, Vida de Leitor!

quinta-feira, janeiro 15, 2015

Olá, leitores! Hoje o blog está fazendo um aninho (passou tão rápido!) e, pra comemorar essa data tão especial pra nós duas, resolvemos fazer um concurso! Isso mesmo!
O ganhador será aquele que tiver o maior número de comentários em nossos posts, no estilo Top Comentarista, e o prêmio será um colar do tordo de Jogos Vorazes (foto abaixo).


Para participar é bem simples, fique atento às regras:
  • Seguir nosso blog em modo público;
  • Residir em território nacional;
  • Comentar este post com seu nome e e-mail, para confirmar a participação;
  • Não há limite de comentários por postagem;
  • A validez do comentário independe da data de postagem. Portanto, todos os posts do blog podem ser comentados;
  • Comentários de uma palavra e de símbolos como "♥", "*-*", ";)", entre outros, serão desconsiderados. Para ser validado, deve conter ao menos uma frase inteira;
  • Os comentários já existentes estão valendo;
  • Em caso de empate, o desempate será feito através do Sorteador.com.br;
  • Nós teremos um prazo de até 30 dias para enviar o colar ao vencedor;
  • Quem ganhar não precisará pagar qualquer tipo de frete;
  • O ganhador terá um prazo de 1 dia útil para responder nosso e-mail com seu endereço, para podermos enviar o prêmio;
  • O concurso será encerrado no dia 15 de fevereiro, às 13h. Após esse horário, a contagem dos comentários será feita, e o ganhador será anunciado no dia seguinte;
  • As regras estão sujeitas à mudança sem aviso prévio;
  • Caso ainda haja alguma dúvida: você deve comentar mais do que os outros participantes.

BOA SORTE!
LEIA MAIS... »

2015

[Resenha] Desde o Primeiro Instante

segunda-feira, janeiro 12, 2015

Título: Desde o Primeiro Instante
Título Original: You had me at hello
Autora: Mhairi McFarlane
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 464
Nota: 


"Se você não faz nada, nada acontece. A vida envolve decisões. Vocês as toma ou elas são tomadas por alguém, mas não é possível evitá-las."


Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante...

O problema é que Ben está casado, "fora do mercado", como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não.

Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel!

Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.

Descubra o que aconteceu com Rachel e Ben neste livro aconchegante, divertido, emocionante e surpreendente, diferente de tudo o que você já leu.



Eu amei esse livro!!! É bem difícil uma obra que tenha mais de 400 páginas me segurar na leitura, mas essa me prendeu facinho. A história flui bem, a escrita da autora é ótima e eu me apaixonei pelos protagonistas. Eu chorei, ri, chorei de novo, chorei mais ainda, e ri novamente. É clichê? É. Mas é um clichê bom, e é impossível você não se envolver com a narrativa da Rachel. Ela intercala momentos do presente com momentos do passado, e dá pra ver como ela e o Ben eram super grudados, super amigos, e isso é triste quando você percebe que os dois ficaram uma década sem se falar. No início você pensa num motivo pro afastamento dos dois, mas só lá no meio do livro que ele é revelado. Eu juro que não esperava por isso, e acho que deixou tudo mais triste ainda - eu tava de TPM, é possível que eu esteja exagerando no quesito tristeza - mas ao mesmo tempo fiquei super feliz quando li... Ah, essa autora mexeu com meus feelings.
Eu comecei a ler esse livro porque eu achei que ia demorar um tempo pra ler tudo, pelo tanto de páginas, mas eu li em 3 ou 4 dias e foi uma leitura surpreendente, que eu não esperava ficar colada e fiquei. E também, por ser o primeiro livro da autora, achei que seria algo bem mais ou menos, mas novamente me enganei. Amei tudo! Talvez o final não tenha sido aquilo que eu esperava, mas mesmo assim não posso deixar de dar 5 estrelas, porque a obra é realmente sensacional! Quero uma continuação, McFarlane!
E, caso você nunca tenha ouvido falar desse livro ou queira muito ler, leia, pois como a sinopse mesma diz, é diferente de tudo o que você já leu. Desde o Primeiro Instante é um misto de romance, drama, comédia e tudo mais. Indico pra todo mundo! Adorei.
LEIA MAIS... »

2015

5 livros para ler nas férias

sexta-feira, janeiro 09, 2015

Olá! Faz um tempinho que estou pensando em fazer esse post, e como janeiro é o último mês de férias pra muita gente, resolvi fazê-lo hoje. Andei vendo os livros que tenho em minha estante, os que já foram lidos, e separei 5 para indicar e falar um pouco sobre. Quem sabe vocês não se interessam por algum?

A Lista de Brett
(Lori Nelson Spielman)
Sinopse: Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.
Minha opinião: Esse é definitivamente o melhor livro que eu já li, fiquei colada da primeira à última página e me apaixonei completamente pela história bolada pela Spielman. Em breve terá resenha aqui no blog, mas o que você precisa saber é que: você necessita ler A Lista de Brett, leitor!

Clube da Luta
(Chuck Palahniuk)
.: resenha :.
Sinopse: Considerado um clássico moderno desde sua publicação em 1996, Clube da Luta é reconhecido como um dos romances mais originais e provocativos de sua década, além de ser visto como um cânone da cultura popular.
O humor negro de Chuck Palahniuk narra a história de um jovem funcionário que descobre que sua frustração e ira não podem ser acalmadas com o consumo desenfreado que a mídia oferece. Ele encontra alívio e redenção após horas de luta em pequenos clubes escondidos nos porões de bares da cidade.  O clube da luta é idealizado por Tyler Durden, que acha que encontrou uma maneira de viver fora dos limites da sociedade e das regras sem sentido. Mas o que está por vir de sua mente pode piorar muito daqui para frente.
Minha opinião: Tem resenha aqui no blog caso você queira ver (link abaixo do nome do autor), mas vale sempre lembrar que essa obra é maravilhosa, fora do comum e com lições incríveis. Todos deveriam ler, viu?! Amei!

Todo Dia
(David Levithan)
.: resenha :.
Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.
Minha opinião: A resenha que tem aqui no blog não foi feita por mim, mas eu senti o mesmo que a Nat sentiu quando leu. É uma história envolvente, diferente de tudo que você já tenha lido, e que merece ter um lugarzinho especial na sua estante. Impossível parar de ler!

Desde o Primeiro Instante
(Mhairi McFarlane)
Sinopse: Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante...
O problema é que Ben está casado, "fora do mercado", como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não.
Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel!
Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.
Descubra o que aconteceu com Rachel e Ben neste livro aconchegante, divertido, emocionante e surpreendente, diferente de tudo o que você já leu.
Minha opinião: Em breve terá resenha também, mas você deve saber que esse livro é um misto de emoções: você chora, ri, enraivece... A leitura com certeza vale a pena.

O Caçador de Pipas
(Khaled Hosseini)
Sinopse: O romance narra a tocante história da amizade entre Amir e Hassan, dois meninos que vivem no Afeganistão da década de 1970. Durante um campeonato de pipas, Amir perde a chance de defender Hassan, num episódio que marca a vida dos dois amigos para sempre. Vinte anos mais tarde, quando Amir está estabelecido nos Estados Unidos, após ter abandonado um Afeganistão tomado pelos soviéticos, ele retorna a seu país de origem e é obrigado a acertar as contas com o passado.
Minha opinião: Eu li esse livro em janeiro do ano passado, e posso dizer que me arrependi de não ter lido antes. Leitura obrigatória pra todo leitor, O Caçador de Pipas é uma emocionante história que não pode passar despercebida. Fiquei desidratada de tanto chorar.

Então, leitores, esses são os livros que eu indico pra vocês lerem nessas férias. Espero que tenham se interessado por algum, porque a leitura de todos vale a pena! 
Vocês têm algum livro pra me indicar? Quem sabe não me interesso e leio em breve?
Beijocas!
LEIA MAIS... »

#irado

#Livros do Mês! - Dezembro

quarta-feira, janeiro 07, 2015

Estamos em 2015, finalmente! Mais um ano acabou, muitas leituras foram finalizadas. Espero que esse ano eu consiga ler mais livros que o ano passado, apesar do trabalho e estudos. Em dezembro, eu só li três. Confesso que poderia ter lido mais, porém não me dediquei muito :(

O Menino Narigudo - Walcyr Carrasco
()
Cirano é dono de um nariz imenso. Quem poderia se apaixonar por um adolescente com um nariz desse tamanho? E Cirano ama Roxane, que ama Cristiano, que é o melhor amigo de Cirano. Mas Roxane ama também a poesia que Cristiano não sabe fazer. E quem melhor do que Cirano para ajudar Cristiano com lindos poemas de amor?

Minha Vez de Brilhar - Erin E. Moulton 
()
Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen.

Onde a lua não está - Nathan Filer
()
Numa viagem de férias em família, dois irmãos saem numa aventura infantil no meio da noite, mas apenas um deles volta a salvo para casa. Permanentemente assombrado pela morte do irmão, portador da Síndrome de Down, Matthew nunca desistiu de tentar entender o que aconteceu na fatídica noite e acredita ter descoberto uma maneira de trazê-lo de volta.


Que 2015 traga muitos livros novos, muitas leituras e muitas coisas boas! Feliz Ano Novo (atrasado e tal)!
LEIA MAIS... »

2015

[Resenha] Simplesmente Acontece

segunda-feira, janeiro 05, 2015

Título: Simplesmente Acontece
Título Original: Where rainbows end
Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 448
Nota: 



"De: Rosie
Para: Alex
Obrigada por acreditar em mim, Alex. Adoraria poder retribuir esse abraço e esse beijo agora mesmo! Mas, por outro lado, talvez algumas coisas estejam mesmo fora do nosso alcance.
De: Alex
Para: Rosie
Mais uma vez, Rosie, você não está esticando o braço o suficiente. Estou bem aqui. Sempre estive e sempre estarei."


O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? 
Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. 
Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.


Simplesmenteadv. De maneira simples - em que há simplicidade, sem complicações.

Não, esse livro não tem nada de simples. Desde o início você torce pra que Rosie e Alex fiquem juntos, mas conforme as coisas vão acontecendo e o tempo vai passando fica cada vez mais difícil continuar shippando esse casal. A falta de sorte dos dois é absurda! Mas não vou dizer mais nada sobre eles, senão daqui a pouco solto um spoiler.
Eu comprei esse livro sem saber que ele era escrito através de cartas, sms, e-mails, bilhetes, etc, achando que seria uma história super simples (repare no título) e também porque eu queria ler antes da adaptação cinematográfica ser lançada. Eis que, quando eu leio a capa de trás, vejo que não é uma narrativa comum. Num primeiro momento fiquei decepcionada, porque não tô acostumada a ler esse tipo de livro (na verdade, acho que não deve haver outros escritos nesse estilo), mas mesmo assim comecei a ler pois, afinal, eu queria muito saber a história de Alex e Rosie. E, durante a narrativa de diversos personagens, eu fui me surpreendendo cada vez mais com o livro. Foi o primeiro que li da Cecelia Ahern, e eu adorei, então pretendo comprar outros dela em breve.
A princípio eu estranhei os saltos no tempo, mas logo me acostumei. Afinal de contas, a história é construída de um jeito nada comum, então o início da leitura será um momento de estranheza pra todo mundo. Mas o modo como a autora escreve é tão maravilhoso que em poucas páginas você já se familiariza com a obra e seus personagens.
Além disso, o final foi um dos mais lindos que já li. Gostaria muito de falar sobre ele, só que isso estragaria a leitura de várias pessoas que querem ler o livro e isso não seria nada legal. Senti uma alegria tão grande quando terminei que vocês não imaginam! E quero/espero que vocês sintam o mesmo também.
Portanto, torço muito pra que todos que estejam lendo minha resenha comprem/peguem emprestado Simplesmente Acontece e leiam, porque é apaixonante. A história tem um poder encantador e, apesar de todos os momentos ruins e desafortunados que os protagonistas enfrentam, o fim do arco-íris é gratificante.
LEIA MAIS... »

Arqueiro

#Livros do Mês! - Dezembro (Maria)

quinta-feira, janeiro 01, 2015

Primeiramente: FELIZ ANO NOVO! 2015 chegou e espero que ele me traga novos livros e leituras ótimas, assim como eu tive no mês de dezembro. Adorei todas elas, e as recomendo pra todo mundo, de verdade. Ao todo foram 5 livros, e apesar de eu achar que podia ter lido mais, foi bastante em comparação aos outros meses, graças às férias, hehe.

O Assassinato de Roger Ackroyd - Agatha Christie ()
Uma misteriosa sequência de três crimes. Uma velha senhora desconfiada. Um famoso detetive belga de férias, procurando alguma emoção. Este é o ponto de partida de O Assassinato de Roger Ackroyd, um dos mais famosos romances policiais de Agatha Christie.
Em uma noite de setembro, o milionário Roger Ackroyd é encontrado morto, esfaqueado com uma adaga tunisiana,– objeto raro de sua coleção particular – no quarto da mansão Fernly Park na pacata vila de King'’s Abbott. A morte do fidalgo industrial é a terceira de uma misteriosa sequência de crimes iniciada pela de Ashley Ferrars, que pode ter sido causada ou por uma ingestão acidental de soníferos ou envenenamento articulado por sua esposa. Esta, aliás, é a segunda desta sequência de mortes. Um provável suicídio. 
Os três crimes em série chamam a atenção da velha Caroline Sheppard, irmã do Dr. Sheppard, médico da cidade e narrador da história. Suspeitando de que haja uma relação entre as mortes, dada a proximidade de Miss Ferrars com o também viúvo Roger Ackroyd, Caroline pede a ajuda do então aposentado detetive belga Hercule Poirot, que passava suas férias na vila.
Ameaças, chantagens, vícios, heranças, obsessões amorosas e uma carta reveladora deixada por Miss Ferrars compõe o cenário desta surpreendente trama, cujo transcorrer elenca novos suspeitos a todo instante, exigindo a habitual perspicácia do detetive Poirot em seu retorno ao mundo das investigações.

Todo Dia - David Levithan ()
A acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.








A Estrada da Noite - Joe Hill ()
Uma lenda do rock pesado, o cinquentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta. 
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite e nada é exatamente o que parece.

Desde o Primeiro Instante - Mhairi McFarlane ()
Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante...
O problema é que Ben está casado, "fora do mercado", como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não.
Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel!
Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.
Descubra o que aconteceu com Rachel e Ben neste livro aconchegante, divertido, emocionante
e surpreendente, diferente de tudo o que você já leu.



A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista - Jennifer E. Smith ()
Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.







Então, esses foram os livros que li em dezembro. Espero que as férias tenham ajudado vocês com as leituras, assim como me ajudou, hehe.
Beijos!
LEIA MAIS... »